segunda-feira, 5 de abril de 2010

Amor Desconhecido ;*

Falar de amor se tornou tão mais difícil depois que todas as palavras já foram ditas.

E como falar daquele amor que tenho, mas não é por alguém ou algo em especial? Daquele amor que sinto, mas não sei o porque.
Por que tenho que amar o nada? Ou talvez o tudo.
Sei que o amor é o que nos move. Mas por acaso não teria um combustível menos caro? Menos sofrimento, menos angústia, menos ansiedade, menos palavras doces.
Eu amo amar, eu odeio amar.
Eu só queria não odiar.