quarta-feira, 15 de outubro de 2014

TEMPESTADE

Eu acredito que estamos sempre dispostos a mudar nosso profundo interior que vez ou outra se encontra desestruturado por tanta angustia, tristeza e decepção. Muitas vezes levam-se anos para aceitarmos a nós mesmos. Desprender de sentimentos que nos fazem mal é tão desgastante, e leva-se muito tempo. Quando procuramos entender melhor o porque algo na vida não vai para frente e o quanto é importante para nós mesmo nos desprendermos e mudar, tudo passa a ficar mais claro e mais calmo. É como se entivássemos em uma tempestade devastadora em alto mar em um pequeno barco e completamente só. Neste momento estaríamos segurando apenas em um pequeno pedaço de madeira dentro de um barco praticamente coberto por aguá. Quando começamos nossa mudança essa tempestade aos poucos vai se acalmando e aos poucos o mar fica calmo e nós ficamos salvos porém ainda molhados e exaustos de tanto lutar contra ela. Entendam que a tempestade são nossos sentimentos internos, nossas dores, angustias, traumas e medos. Enquanto isso não é acalmado, enquanto não queremos mudar essa tempestade não irá passar. Hoje eu consigo entender com clareza o quanto é difícil aceitarmos que não estamos bem ou que não estamos fazendo bem a alguém que gostamos. Não foram necessários muitos anos, mas sim muito desgaste emocional para entender que a mudança só depende de nós e do quanto queremos que isso aconteça. Quando conseguimos ter a percepção de nós é sinal de que chegamos ao nosso subconsciente e de que temos total consciência do quanto queremos e desejamos que as coisas mudem para melhor. Cada um sabe a força que tem e o quanto ela é importante para que aprendemos a lidar com os obstáculos ao longo da vida.

Thainara- estudante de psicologia e apaixonada pela futura profissão