domingo, 31 de julho de 2011

Quantas vezes eu vou ter que me conter para não te ligar? Quantas vezes eu vou ter que por na minha cabeça que a escolha que eu tive vai ser melhor para nós duas porque quem ama, nunca quer ver a outra pessoa sofrendo. É difícil, está sendo difícil e vai ser mais difícil a cada dia que passar.. Afinal , como acostumar em não ter ninguém para falar ao telefone altas horas da noite? Ter alguém que te faz sorrir só de lembrar das manias dos gestos e do modo como faz com que meu dia não seja tão ruim. Com certeza eu aprendi mtas coisas com você, coisas que jamais me esquecerei. E não quero me lembrar com tristezas de tudo que vivemos, quero pensar que tudo que passamos juntas foram intensas e verdadeiras o suficiente para que durasse o tempo necessário. Na verdade eu quero pensar que não terminamos. Quero pensar que demos tempo ao tempo e que lá na frente, beeeem la na frente nós vamos nos encontrar e continuar a história que ainda não foi teminada, pois ela não tem ponto final e sim reticências.  Então é isso, já não consigo mais escrever, e já não consigo mais achar palavras pois como de costume, as palavras sempre fogem quando o assunto é você. Só tenho a agradecer por fazer parte da minha vida, por ter deixado com que eu entrasse em sua vida, agradecer pelos mais maravilhosos momentos que tivemos juntas ... agradecer por me ensinar uma outra forma de amar. Obrigada por tudo! <N3