terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Bem me quer, mal me quer

As vezes este cigarro e essa bebida são menos destruidores do que o sentimento que em ti habita. As vezes aqueles sonhos são tão distantes que chega a doer ter que viver dentro deles. Algumas pessoas passam e deixam seus enormes vazios, ou talvez a culpa desses vazios sejam de nós mesmos, pelos excessos de expectativas criadas a longo prazo. Veja só, seria tão prático se os sentimentos fossem recíprocos e as pessoas mais verdadeiras umas com as outras. Viver neste mundo de pessoas indecisas, de meios amores, grandes medos e infinitas esperas, as vezes é mais destruidor do que aqueles milhares maços de cigarros tragados. Quando não há reciprocidade os dias ficam mais escuros, mais nublados. Você deseja aquilo que oferece ao outro, mas o que ele lhe dará em troca quase nunca será igual ou parecido. Sofra tudo que tem para sofrer, e quando resolver se entregar novamente seja mais seletivo a quem doar a vida, tua vida!




Nenhum comentário:

Postar um comentário